Cuidando com carinho do dinheiro – Fase 1: desintoxicação do vermelho

Hello galz!

Eu sou uma pessoa que tende a querer comprar tudo que vê pela frente que ainda não tenha. Por isso, por muitos anos vi minha conta mais vezes no negativo que no positivo, apesar da perfeita educação financeira que minha mãe nos deu (e que meu irmão soube usar muito bem). Pois bem, eu casei, comprei casa, carro, e não dava para continuar nessa pirueta baseada em cartões de crédito e produtos vencidos ainda na embalagem.

Minha primeira determinação foi fazer algo que minha mãe sempre levou como uma bíblia – ela, em sua cadernetinha que carrega na bolsa, e eu, em uma planilha Excel: o orçamento pessoal.

A regra básica do controle de orçamento é você ser sincera. O orçamento não é uma camisa de força que você irá usar. Ao contrário, ele é seu aliado para que você consiga planejar como gastar seu suado dinheirinho. Por isso, você deve colocar nele todos os gastos que você realmente tem, sem julgar se estes gastos são fúteis ou não. O julgamento vem depois – quando você estiver com o orçamento pronto e com prática de segui-lo. Filtrar os gastos é um passo adiante – vamos começar falando sobre o planejamento e, para isso, você deve considerar TUDO: cabeleireiro, aluguel, financiamento, ração dos cachorros, escola dos filhos, mensalidade de cursos, IPVA, IPTU… e o mais importante: gastos semanais. Esse merece um parágrafo todo especial. Por isso será o assunto desta fase 1. Toda semana irei publicar novas fases para irmos juntas nos preparando para sobrar dinheiro no fim do mês!!

Um dos maiores motivos de gastarmos mais do que podemos são os malditos dinheiros de plástico. Eles não dão a sensação que estamos gastando – parece que quem está pagando é uma entidade cósmica e, assim, usamos sem culpa. Por isso, ter em seu orçamento a quantidade certa que você vai gastar por semana é essencial para a ‘desintoxicação do vermelho’. Eu faço assim: reservo uma quantidade R$ X por semana para usar no que eu quiser. Saco no começo do mês esse valor multiplicado pelo número de semanas do mês e compro tudo que quero só em dinheiro. É beeeem difícil, não vou mentir para vocês. Mas o resultado compensa.

Este será, então, o desafio da semana: saque a quantidade de dinheiro que você pode gastar até a semana que vem, e use esse dinheiro para comprar qualquer coisa que esteja fora do seu orçamento normal (um creme novo, aquele O.P.I. que acabou de lançar, o Pão de Mel diet do Amor aos Pedaços… qualquer impulso de compra).

E vou dar duas últimas dicas, que têm me ajudado nessa empreitada: tudo que te interessar muito, anote e dê uma volta antes de comprar. Eu sei que essa dica é meio batida, mas se deu tão certo comigo, pode dar com vocês. Se estiver no shopping, deixe para comprar antes de ir embora. Outra coisa que eu costumo fazer é medir, de forma subjetiva, o prazer que esse novo item vai me dar se comparado com o esforço, raiva, desgaste, sono que passei para ganhar aquela mesma quantidade de dinheiro (para isso, é importante que você saiba quanto ganha por hora). Já posso dizer que o batom mate Rubi da Contém 1g valeu o trabalho! #aLouca Ou seja, comparando quanto você ganha por hora com o preço da mercadoria é mais fácil saber se realmente vale a pena.

Próximas fases:

Fase 2: o orçamento

Fase 3: poupando

Fase 4: planejando sonhos (ou: filtrando os meus gastos)

Por hoje é isso, aguardo vocês semana que vem para conversarmos sobre a próxima fase. Beijocas!!!

Continuação: Fase 2

Anúncios

2 responses to “Cuidando com carinho do dinheiro – Fase 1: desintoxicação do vermelho

  1. Adorei as dicas e ver seu amadurecimento financeiro. Gostaria de acrescentar que se vc quiser gastar um tanto no cartão de crédito por causa dos bonus é melhor fazer como uma amiga minha me ensinou: Se vc acha que pode gastar X por semana, vai juntando os papeizinhos até dar esse valor X. Qd alcançar o limite estipulado, espere a semana terminar e só compre o que faltar só com o X da proxima semana.
    Mas lembre-se : se o vendedor lhe oferecer 5% de desconto em dinheiro, já compensa a compra,pois os bonus não superam esse percentual.

    Gostar

  2. Pingback: Cuidando com carinho do dinheiro – Fase 2: o orçamento | De Salto Alto e Notebook·

Diga o que pensa sobre isso

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s