Cuidando com carinho do dinheiro – Fase 3: Poupando

Olha só, já estamos no terceiro passo de tratar seu dinheiro com carinho!! E, como vocês sabem, tudo que tratamos com carinho volta para a gente, certo?

Este post trata de como poupar seu dinheiro. Ou seja, como dar a ele um respiro para que você possa usá-lo quando realmente precisa, numa emergência, ou para fazer uma extravagância merecida (que fique claro: extravagância tem esse nome por ser algo raro, fora da rotina!!! Comprar um blush MAC por semana deixa de ganhar o status de extravagância!!).

Poupar é um hábito. É como pagar contas: se você tem uma data e uma quantidade, vai se tornar parte do seu orçamento. Por isso, o ideal é que seja tratado no começo com uma conta, um compromisso. Se você deixar para guardar na poupança o que sobrar no fim do mês, não vai conseguir guardar nada. Sério… pode confiar em mim. Faça assim: pegue o seu orçamento, que você fez no passo 2, e insira uma linha chamada ‘Poupança’. Lá, coloque um valor que você tem certeza que não vai afetar nem seus gastos semanais, nem suas contas, e também não vai deixar você no negativo no fim do mês.

E aqui eu abro um parêntese: filtrar os gastos. Depois de duas semanas pensando em seu dinheiro, você já tem condições de avaliar se os gastos que está tendo realmente valem seu trabalho, seu esforço. Quer dizer, será que você realmente precisa ir na manicure todas as semanas, ou será que também não seria divertido aprender a pintar suas próprias unhas e fazer isso a cada 15 dias? Ou então: será que não daria para diminuir a quantidade de gasolina que você tem usado por semana aumentando suas caminhadas (o que também poderia eliminar o gasto de academia) e pegando transporte público (quando isso não acabar com a sua dignidade)? Essas reflexões são muito pessoais. Eu conheço mulheres que têm o cabeleireiro como um psicólogo, e se deixarem de ir fazer sua escova semanal podem entrar em depressão. Nesse caso, seria um sacrifício eliminar esse gasto. E filtrar não quer dizer fazer sacrifícios: filtrar é eliminar os ruídos, as sujeiras. Olhe com carinho para o seu orçamento e analise o que pode ser remanejado de lá. O ideal é que ainda sobre alguma coisinha no campo de ‘Saldo’, mesmo descontado o depósito na poupança, porque sabemos que emergências acontecem e não devem deixar você no vermelho novamente!

A última dica é: não subestime o valor que você colocar na poupança!! Um depósito de R$ 10,00 por mês terá resultado, em um ano, em R$ 128,00 (considerando os juros de rendimento). Ou seja, qualquer valor vale a pena. E quanto melhor você filtrar seus gastos, mais conseguirá guardar! Lembre-se sempre que se você der um passo por dia, cedo ou tarde, irá chegar no seu objetivo.

No próximo e último post da série nós vamos conversar sobre o planejamento para alcançar seus sonhos que dependem de dinheiro. E aí será o momento de aplicar tudo o que já aprendemos para usar seu sonho como uma motivação!

beijocas!!

 

Anterior

Anúncios

3 responses to “Cuidando com carinho do dinheiro – Fase 3: Poupando

  1. Pingback: Cuidando com carinho do dinheiro – Fase 2: o orçamento | De Salto Alto e Notebook·

  2. Pingback: Cuidando com carinho do dinheiro – Fase 4: Planejando sonhos | De Salto Alto e Notebook·

  3. Pingback: Cuidando com carinho do dinheiro – Fase 1: desintoxicação do vermelho | De Salto Alto e Notebook·

Diga o que pensa sobre isso

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s