México muito além dos nachos e tacos: meu primeiro Pozole, esse Mole Poblano e Chile en Nogada

Hey meninas! Como estão?
Hoje vou contar da minha terça feira, meu dia “gastronomicamente” mais cheio.
De manhã, fomos tomar um café da manhã típico em um restaurante chamado VIPS. É uma rede como se fosse um Habib’s no Brasil, mas que serve do café da manhã ao jantar. Eu pedi sugestão à nossa anfitriã, a Lídia, e ela disse que eu teria que começar o dia (que seria looongo) com um Pozole. É como se fosse uma sopa, que pode ser de frango, flor de abóbora ou carne e um milho grandão, daquele que usamos para fazer canjica, e que chamam de ‘maiz pozole’. Eu pedi de frango, e veio acompanhado de 2 tacos com creme de leite e um potinho com rabanete e cebola para colocar na sopa:

VIPS - Pozole con Tacos

VIPS – Pozole con Tacos

 

Apesar de ser pesadíssimo para o café da manhã, como tudo o que eu comi lá, não me fez mal…

O Raul, marido da Lídia, pediu um prato que me deixou super curiosa – o molho era feito de chocolate e era salgado… então fiquei de pedir esse prato para o almoço… e então fomos para uma manhã pesaaaada de trabalho, mas disso eu poupo vocês 😉

 

No almoço, eu pedi o que tinha ficado com vontade (#aLombriguenta) – Enchilada al Mole Poblano. Esse Mole Poblano é um molho feito com chocolate e pimenta, mas é salgado. E ‘enchilada’ é a massa de tortilla (novidade! hahaha) enrolada com frango e frita.

Enchilada al Mole Poblano, jugo de nopal y guacamole

Enchilada al Mole Poblano, jugo de nopal y guacamole

 

Confesso que estava PICANTE hahahaha mas esse mole é muito bom. Aliás, descobri que existe uma diferença bem grande entre ‘mole’ e ‘salsa’, que sempre traduzimos igual: o mole é um preparado com entre 20 e 40 ingredientes diferentes, normalmente de maneira artesanal, e que sempre está ligado a tradições do país. São usados em festas, comemorações, e são o que eles mais têm orgulho em termos de tempero. Já a salsa é o que fazemos por aqui: molho bolognesa, molho branco, molho de tomate…

Esse suco verde que vocês estão vendo é de nopal – ô coisa boa!!! E, no fundo, a guacamole com nachos da Gera 🙂

Saindo daí fomos para um cafezinho na Starbucks, porque não consigo viver sem, e mais uma tarde pesadíssima. Mas tivemos uma notícia que nos animou: algumas pessoas teriam que ir embora mais cedo e nossas reuniões terminariam 17h30. Então a Lídia aproveitou para levar a gente para conhecer a La Villa, principal basilica e ponto turístico religioso da cidade. É na verdade uma praça bem grande, com várias construções, uma estátua do João Paulo II, a igreja velha (de antes de 1700, Segundo me falaram) e a igreja nova. Eu achei muito lindo.

Zocalo

Zocalo

Basilica Nova

Basilica Nova

 

E o mais legal é o entorno: a mais pura cultura mexicana, com taquerias por todos os lados, aquele trânsito caótico que deixa São Paulo no chinelo e um Mercado de artesanatos com lembrancinhas e comidas típicas. Lá que comprei a maioria dos doces que trouxe de lembrança:

 

Taquerías por todos os lados

Taquerías por todos os lados

Humm Gorditas!!

Humm Gorditas!!

 

Amanhã conto para vocês como terminou esse meu dia, porque o artigo já ficou muito gigantesco 😉

beijocas, lindas!!

 

Anúncios

Diga o que pensa sobre isso

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s