O paradigma da alimentação vegetariana

Olá queridas! Tudo bem com vocês?

Eu frequentemente escuto perguntas sobre a alimentação vegetariana, principalmente de amigos preocupados com onde podemos almoçar juntos se eu não como carne, por exemplo. Ou gente dizendo que ‘tem uma saladinha onde a gente vai’

duh

Se vegetariano comesse só uma saladinha eu seria magra com a pele linda, né? Além de viver doente!

A alimentação vegetariana, quando muito bem feita, não é simplesmente tirar as carnes dos pratos. Quando ela é feita dessa maneira, invariavelmente vai levar a deficiências nutricionais. Eu sou vegetariana há 15 anos e tenho todos os nutrientes muito bem equilibrados no corpo, mas isso acontece porque eu sigo o paradigma vegetariano.

Os vegetarianos obtém os nutrientes que os onívoros encontram nas carnes através de vários outros alimentos, de maneira equilibrada. A proteína, as vitaminas do complexo B e gorduras vêm de grãos, frutas e vegetais, que são combinados para formar uma alimentação equilibrada. É como se cada prato fosse um quebra-cabeça, em que tudo junto formasse os nutrientes. E funciona porque, no nosso corpo, uma vez que os nutrientes são reconhecidos no processo de digestão, nosso corpo não ‘sabe’ de onde eles vieram – pode ter sido de um bife ou de grãos de soja, e será tratado da mesma forma. O que varia é a qualidadedisponibilidade dos nutrientes, ou seja, o quanto aquilo vai realmente ajudar o corpo. E aí a variedade tem, mais uma vez, um grande papel.

Por isso que os pratos vegetarianos são sempre coloridos e cheirosos. E um vegetariano que siga a alimentação corretamente dificilmente repete o mesmo cardápio por vários dias.

Há quem ache que a alimentação vegetariana é cara. Eu tenho como comparar bem porque meu marido não é vegetariano (apesar de roubar quase tudo que eu faço para mim! hahahaahah). Quando eu comprava os vegetais já descascados, lavados e picados, era sim mais caro que os pratos do Rafa. Mas como eu sempre como tudo com casca mesmo, tenho comprado menos na ‘feira limpa’ e mais vegetais na forma natural, e combinando com os grãos e comprando os integrais a granel (ao invés de comprar no mercado), está saindo mais barato. Uma outra dica é comprar integrais e grãos em lojas que vendem produtos para animais (não o pet shop phyno no seu bairro – estou me referindo àquelas lojas de animais rurais).

Um super beijo para vocês, fiquem com Deus!!

 

Anúncios

Diga o que pensa sobre isso

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s