Liderando sua vida (ou: Como princípios de liderança organizacional podem ser realmente úteis)

Hello galz!

Hoje eu resolvi escrever um artigo para demonstrar como podemos aplicar na vida real o que temos que aprender para ter sucesso na vida corporativa. Na verdade, minha visão é o revés do que tem sido muito pregado: eu acredito que os princípios para ser um bom gestor, seja gerente, seja líder, seja supervisor, devam ser inerentes ao ser humano. Afinal, é muito difícil fingir ou forçar formas de agir e de pensar só porque você está no seu trabalho. Por isso, eu acredito que os conceitos mais importantes de liderança e desenvolvimento profissional devam ser levados, primeiro, como um guia pessoal – e quando realmente fizerem parte da sua vida poderão ser aplicados no seu trabalho e te levar longe. A Cris já falou aqui sobre mudar sua vida, e para mim foi um ponta pé para pensar em que devo mudar para parar de reclamar. E você consegue mudar sendo o líder da sua vida.

Talvez você já tenha ouvido falar que líder pode não ter nenhum cargo específico na empresa. Isso porque o ser humano tem uma necessidade antropológica de formar grupos e ter alguém “encabeçando” este grupo. Assim, quem dá a cara para bater conquista o grupo – independente de ter um título para isso ou não. Comigo aconteceu exatamente assim: primeiro eu fui líder informal de minha equipe, e só depois de 2 anos que me tornei supervisora desta mesma equipe. No meu caso, a liderança faz parte da minha personalidade – mas isso não quer dizer que seja um dom divino que pertence a alguns escolhidos. É um talento que pode ser desenvolvido por quem se interessar e que deve ser desenvolvido caso você queira ter controle sobre sua vida.

Eu acho muito triste ouvir gente dizendo coisas como “Ah, eu acabei não indo para aquela entrevista de emprego porque tinha que pegar 3 conduções…” ou “eu queria tanto mudar de carro, mas não tenho dinheiro”. A vida é sua, e você tem sim total controle sobre ela. Basta exercer liderança sobre suas atitudes e planejar os seus desejos. Para liderar as atitudes, dou algumas dicas que foram tiradas de cursos de liderança corporativa:

Os elementos: toda mudança tem 4 elementos: o estado atual (que você quer mudar), o estado desejado (depois da mudança), as pessoas chave (aquelas que serão afetadas pela mudança, ou que ajudarão ou que atrapalharão) e o líder da mudança (que é você, querida!)

Passos: para liderar uma mudança, você deve seguir três passos:
– Propor: tenha claro em sua cabeça o que exatamente você quer mudar. Não basta saber que você quer ter o corpo da JLo – você precisa saber quantos quilos você pesa hoje, quantos quilos seu corpo pesa com um corpo gostosérrimo (lembre-se que seus ossos e músculos com certeza pesam menos ou mais que a JLo), quanto você consegue emagrecer seguindo uma estratégia decente (leia mais aqui) e qual vai ser a estratégia a seguir. Você deve apresentar essa proposta às pessoas que terão relação com a mudança – no caso do meu emagrecimento, foram meu marido, minha mãe e a dra. Fernanda. Estas pessoas podem sugerir alterações na estratégia original (meu marido não concordou que eu fizesse cirurgia de redução do estômago para perder 30 quilos) e, durante a execução da estratégia, irão ajudá-la a manter o foco
– Suporte : não perca o foco. Tenha seu objetivo ganhando importância para você. Cole post-its pela casa, na geladeira, desenhe, sonhe…
– Leve adiante: identifique os problemas que ocorrerem, e trace planos para superá-los. Peça ajuda quando precisar, siga o plano que você definiu

– Relacionamentos: Acho que você já ouviu a frase “melhor que saber fazer, é saber quem faça”. E é verdade. Além disso, cultivar relacionamentos garante que você vai ter pessoas apoiando sua mudança, ou mesmo duvidando dela e tornando sua vontade de levar seu plano adiante ainda mais forte. Manter relacionamentos também serve para você poder medir seu sucesso – afinal, nunca vamos olhar no espelho e dizer ‘meu Deus, estou tão magra!!!’ hahahahaha -, precisamos de outras pessoas nos ajudando a avaliar o sucesso da execução do plano

– Riscos: Toda mudança envolve riscos. Sempre. Isso é inevitável. Se você não tentar mudar de emprego porque tem medo que seu chefe descubra que você fez outra entrevista, não conseguirá jamais sair desse status quo. O segredo está em como lidar com os riscos – que podem ser traduzidos como expressão do seu medo.
1- identifique seus medos. De que você tem medo? Que consequências essa mudança pode ter na sua vida? Perda de saúde? Perda de pessoas queridas? Início de uma carreira totalmente nova, em que você ainda não tem nenhum status e vai ter que batalhar tudo novamente?
2- Avalie seus medos. Pegue 3 folhas de papel, divida cada uma delas em 2 colunas, e comece a avaliação: na primeira folha, escreva de um lado todos as boas consequências caso a mudança ocorra e do outro lado, as más consequências. Na segunda folha, liste de um lado todos os bons aspectos de você deixar a mudança para lá e manter tudo como está, e na outra coluna os aspectos negativos disso. Na terceira folha, coloque de um lado as vantagens de propor a mudança (gente te apoiando, “oficialização” do compromisso) e, do outro, as desvantagens (dar às pessoas a liberdade de te cobrar, pressão). Compare as listas, e veja o que ganha mais peso
3- Enfrente seus medos. Antecipe na sua cabeça o cenário de cada ponto negativo que você encontrou no exercício acima. Analise como você irá reagir, tenha planos B, e assim será mais fácil reagir logicamente se algo der errado

Por hoje ficam essas dicas – espero que vocês gostem e que usem para mudar algo em sua vida. Não esqueçam de deixar seus comentários no balãozinho ao lado do título do arquivo!! 🙂

beijocas!

Anúncios

Diga o que pensa sobre isso

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s